Joanne Harris

Joanne Harris nasceu em Barnsley, 1964. Filha de mãe francesa e pai inglês, estudou Línguas Modernas e Medievais em Cambridge e foi professora durante 15 anos. Nesse período, publicou três romances, entre eles Chocolate (1999), cuja adaptação para cinema, protagonizada por Juliette Binoche e Johnny Depp, foi nomeada para os Óscares. Desde então, escreveu mais 15 romances, dois livros de contos, uma novela do Dr. Who, alguns episódios do jogo Zombies, Run e três livros de culinária. Publicadas em mais de 50 países, as suas obras foram reconhecidas com variadíssimos prémios nacionais e internacionais. Fellow honorária de St. Catharine’s College, Cambridge, foi distinguida com doutoramentos honoris causa em literatura pelas universidades de Sheffield e Huddersfield. Integrou os júris dos prémios Whitbread, Orange, Desmond Elliott e do Prémio Winton da Royal Society. Segundo a sua entrada no Who’s Who, tem como passatempos: «cravar, preguiçar, provocar padres e subverter discretamente o sistema», embora também seja apreciadora de dissimulação, escândalos, rebeldia, feitiçaria, assalto à mão armada, chá e biscoitos. Não considera o suborno uma indignidade e não rejeitaria à partida propostas que envolvessem viagens a sítios exóticos ou champanhe rosé. Trabalha numa barraca no jardim de sua casa, toca baixo no grupo ao qual se juntou quando tinha 16 anos, está a escrever um guião, e mora com o marido e a filha num pequeno bosque em Yorkshire.