João Tordo

João Tordo nasceu em Lisboa em 1975. Licenciou-se em Filosofia e estudou Jornalismo e Escrita Criativa em Londres e Nova Iorque. Em 2001, venceu o Prémio Jovens Criadores na categoria de Literatura. Publicou os romances O Livro dos Homens sem Luz (2004); Hotel Memória (2007); As Três Vidas (2008), que recebeu o Prémio Literário José Saramago e cuja edição brasileira foi, em 2011, finalista do Prémio Portugal Telecom; O Bom Inverno (2010), finalista do prémio Melhor Livro de Ficção Narrativa da Sociedade Portuguesa de Autores e do Prémio Literário Fernando Namora e cuja tradução francesa foi selecionada para a 6.ª edição do Prémio Literário Europeu; Anatomia dos Mártires (2011), finalista do Prémio Literário Fernando Namora; O Ano Sabático (2013); Biografia Involuntária dos Amantes (2014), finalista do Prémio Fernando Namora e do Prémio Melhor Livro de Ficção Narrativa da Sociedade Portuguesa de Autores; e, mais recentamente, O Luto de Elias Gro (2015) e O Paraíso segundo Lars D. (2015). Os seus livros estão publicados em França, Itália, Alemanha, Brasil, Sérvia, Croácia e Hungria. Trabalha como cronista, tradutor, guionista e formador em oficinas de ficção.